Categorias
#écoisademulher

Você é mulher, Marta!

O futebol também é coisa de mulher e o maior símbolo disso atende pelo nome de Marta Vieira da Silva. A alagoana nascida na cidade de Dois Riachos começou a jogar futebol no time juvenil do Centro Sportivo Alagoano com apenas 13 anos.

Vinda de uma família humilde, Marta trilhou um caminho muito parecido com as histórias que estamos acostumados a ler sobre os jogadores de futebol, porém, com uma dificuldade a mais: ser mulher.

Como todo grande profissional do esporte hoje, Marta começou a jogar ainda criança, participando (ou pelo menos tentando) das partidas descalças junto aos meninos da rua. Sua paixão era tanta que deixava de ir à escola para jogar.

O que talvez ninguém esperava é que aquela menina que, muitas vezes fora boicotada por ser do “gênero errado” viria a ser consagrada seis vezes a melhor jogadora de futebol do mundo pela FIFA e estrela de grandes times internacionais de futebol.

A melhor, entre homens e mulheres

Foi no Vasco da Gama que Marta jogou profissionalmente e conseguiu se destacar entre as jogadoras e, logo depois, jogou no Santa Cruz Futebol Clube, em Minas Gerais.

No ano seguinte, em 2003, Marta integrou o time medalhista de ouro da seleção brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo e foi prata nos Jogos Olímpicos em Atenas.

Marta deslanchou sua carreira na Europa, onde era mais conhecida do que em sua terra natal. Fez carreira no time sueco Umea IK, consagrando-se como artilheira logo nas duas primeiras temporadas em que participou.

Passou por vários times, elevando o nível de cada um. Foi jogadora do Los Angeles Sol, Santos FC, Gold Pride, Western New York Flash, Tyresö FF, FC Rosengard e Orlando Pride, onde permanece até hoje.

Marta provou a todos que mulher calça chuteiras com excelência e dribla adversários com a mesma ginga e habilidade do mais alto panteão do futebol mundial.

Acumula, em todos esses anos, 6 títulos de melhor jogadora do mundo pela FIFA, Bola de Ouro, Maior Artilheira da História da Copa do Mundo de Futebol Feminino, Maior Artilheira da História da Seleção Brasileira (entre homens e mulheres) com 118 gols.

Única mulher a deixar a marca dos seus pés na calçada da fama do Maracanã, homenageada pelo Museu do Futebol.

Inspiração de milhares de meninas, mulheres e até homens, Marta provou que ela pertence ao futebol e que ele corre em suas veias, independente de seu gênero, provando, mais uma vez, que o futebol feminino merece toda a atenção.

Quer saber mais sobre Marta?

📙 Livro Você é mulher, Marta! Por Diego Graciano

💻   Video A História de Marta pelo Canal do Museu do Futebol:

▶ Entrevista de Marta pela CBF : https://www.cbf.com.br/cbf-tv/marta-igualdade-referencia-e-musica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *